quarta-feira, março 30, 2005

Uma casa só para mim

Desde que comecei a morar sozinha que penso nos prós e nos contras da situação.


Quem me conhece bem sabe que não é fácil para mim chegar a casa e não ter ninguém a quem contar e recontar o que fiz durante o dia.
Quem me conhece bem, também, sabe que gosto de chegar a casa e enfiar-me no sofá e ficar quieta sem nada dizer.

Quem sabe os meus gostos sabe que gosto de cozinhar.
Quem me conhece sabe, também, que sou preguiçosa e que não gosto de fazer comida só para uma pessoa.

Quem gosta de estar comigo sabe que eu gosto de ter tempo para fazer tudo o que quero.
Quem gosta de estar comigo sabe, também, que detesto ter demasiado tempo livre.

Quem conhece a minha sala sabe que tenho uma Playsation e que sou viciada em alguns jogos.
Quem costuma jogar comigo sabe que perco rapidamente a paciência quando não consigo passar os níveis.

Quem conhece os meus hábitos sabe que adoro dormir sozinha.
Quem me conhece em casa sabe que, normalmente, só ocupo um lado da cama e que durmo com duas almofadas.

Vou continuar a pensar neste assunto...

5 comments:

At 30 de março de 2005 às 12:45, Blogger Sony Hari said...

Adorei este teu post :)

 
At 30 de março de 2005 às 15:45, Blogger Paz Kardo said...

Excelente post...
Queres companhia?! ;)
Saudações Nómadas...
http://nomadasperdidos.blogspot.com

 
At 30 de março de 2005 às 19:51, Blogger bolaxamaria said...

Eu quero o meu SHPINX!!!!!!
Sua ladra de jogos!!
Aposto que nem lhe tocas... gostas muito gostas muito mas fartas-te logo. Nem deste uma oportunidade ao Project Zero, aquele jogo soberbo pá!!
Totó! Eu sei que não gostas de chegar a casa e não ter com quem falar, é por isso que volta não volta exiges a companhia da minha pessoa, que por sinal vive bem pertinho. O que eu ainda não te disse é que agora tens que passar a mandar ofícios. Pedidos por tlmvl não dá!!
Totóóóóóóóóó!!! Eheheheh :)

 
At 30 de março de 2005 às 20:42, Blogger Francisco said...

Por acaso também comecei a morar sozinho à pouco mais de uma semana.

É fixe, durante às 7 horas que lá estou. Os contras são muitos, mas há um pró muito importante: liberdade.

Eu sei que se quiser posso levantar-me às 5 da manhã, nú, ir ao frigorifico, tirar uma jola e beber. A seguir fumo um cigarro e penso na vida, enquanto o sol nasce. Tomo banhinho, visto-me (às vezes, não uso boxers) e saio para mais um dia repleto de aventuras.

P.S. - Aquilo dos boxers é treta. Eu nunca os uso.

 
At 1 de abril de 2005 às 11:11, Blogger Lolita said...

Obrigada a todos!
F., ainda bem que avisas porque estava a pensar em oferecer-te uns boxers nos anos!
Bolacha nem me fales em telemóveis!
R., companhia?
Sony, obrigada pela visita!

 

Enviar um comentário

<< Home

adopt your own virtual pet!